sábado, 27 de maio de 2017

O CACHORRO E O PREGO

“Um rapaz estava dirigindo há horas em um deserto.
De repente, ele se depara com um posto de gasolina bem simples, com uma bomba de gasolina e apenas um senhor de aproximadamente uns 70 anos de idade, sentado em uma cadeira de balanço antiga e ao seu lado estava um cachorro. O rapaz para o carro e diz:
…- Senhor, por favor, encha o tanque para mim.
O senhor levantou e começou a encher o tanque.
Enquanto fazia isso, eis que o jovem motorista avistava a reação do cachorro que chorava e parava, chorava e parava. O motorista agoniado com o fato, pergunta ao senhor:
– Esse cachorro é do senhor?
– Sim – respondeu o senhor.
– Então me responda por que ele não para de uivar?
O senhor responde:
– É porque ele está sentado em um prego.
– Então por ele não levanta e sai dali? – indaga o rapaz.
– ” É que não deve estar doendo tanto – Dói-lhe o suficiente para se queixar, mas não o suficiente para se mexer” – responde o senhor.
Moral da história:
Nos queixamos, reclamamos, mas pouco empreendemos na direção de uma mudança real. A possibilidade de mudança está na atitude e não na fala. Falar apenas é um hábito que nos mantém em cima do prego.
Pense nisso e não fique sentado no prego! Vá atrás de seus sonhos, pois ninguém fará isso por ti. Se encontre e se reconecte com a luz divina que habita em você. Redescubra a força que tens

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Guilherme Arantes - Meu Mundo e Nada Mais





Quando eu fui ferido>>>>>>>>> (veio o parkinson)

Vi tudo mudar
Das verdades
Que eu sabia

Só sobraram restos
E eu não esqueci
Toda aquela paz
Que eu tinha

Eu que tinha tudo
Hoje estou mudo
Estou mudado
À meia-noite, à meia luz
Pensando!
Daria tudo por um modo de esquecer

Eu queria tanto
Estar no escuro do meu quarto
À meia-noite, à meia luz
Sonhando!
Daria tudo por meu mundo e nada mais

Não estou bem certo
Se ainda vou sorrir
Sem um travo de amargura

Como ser mais livre
Como ser capaz
De enxergar um novo dia

Eu que tinha tudo
Hoje estou mudo
Estou mudado
À meia-noite, à meia luz
Pensando!
Daria tudo por um modo de esquecer

Eu queria tanto
Estar no escuro do meu quarto
À meia-noite, à meia luz
Sonhando!
Daria tudo por meu mundo e nada mais

Eu queria tanto
Estar no escuro do meu quarto
À meia-noite, à meia luz
Sonhando!
Daria tudo por meu mundo e nada mais

exercicio para ansiedade