O Elefante e a estaca

Certa noite, João levou seu filho Lucas ao circo para ver o espetáculo.
A criança ficou encantada com os artistas e os animais. 
Mas o bicho que mais chamou a atenção do garoto foi o elefante.
Durante o espetáculo, o gigante fez demonstrações de peso, equilíbrio e força. 
Mas depois da sua atuação incrível, o elefante permaneceu quieto e contido somente por uma corrente que prendia uma de suas patas a uma pequena estaca cravada no solo. Aquele pedaço de madeira estava enterrado a alguns centímetros na terra. 
Ainda que a corrente fosse grossa e poderosa, parecia óbvio que o animal era capaz de arrancá-la com sua força e fugir!

O "mistério" era evidente! 
Lucas não se conteve e perguntou ao pai:
- “Papai, por que o elefante não escapa”?
-         “Ora filho... ele foi amestrado”. 
Mas Lucas não se deu por satisfeito e revidou:
-         "Se foi amestrado por que o prenderam"?
O pai ficou a refletir sobre a pergunta do garoto esperto, mas logo perdeu a paciência:
- “Pare de perguntar e preste atenção no espetáculo”!
Lucas foi embora naquela noite sem a resposta que almejava.
No dia seguinte, perguntou ao seu avô sobre o "mistério" do elefante e da estaca.
O idoso lhe explicou com carinho:
-         O animal do circo não foge porque está preso à estaca desde pequeno. 
Quando recém-nascido, por muitas vezes ele puxou e forçou a corrente tentando se soltar. 
Mas apesar de todo o esforço, nunca conseguiu.
A estaca era muito forte para ele, então, o elefante aceitou sua impotência e se resignou ao futuro medíocre.
O animal enorme e poderoso que você viu no circo não escapa porque acredita que não é capaz. 
Ele tem o registro e a recordação de sua impotência na memória e não pretende colocar à prova outra vez sua força”.
O que podemos aprender com esta parábola?
Muitas pessoas agem de forma semelhante a dos elefantes.
Pensam que não são capazes de alcançar seus sonhos porque, alguma vez, tentaram e não conseguiram. 
Desistem fácil do alvo
Apague de sua memória as expressões: “não posso”, “não consigo” e “não sou capaz”.
Tente de novo e tenha fé em seu coração.
Ainda que sejam sentimentos negativos gerados na infância e que marcaram sua vida.

e não se esqueça você é capaz.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

INDIGNAÇAO

O homem que nunca se irritava

ABSURDO! restriçoes de idade impedem compra de medicamentos pela Farmacia Popular